quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Espantoso! Cão reencontra dona após cinco anos...

‘Prince’ é um cão cheio de surpresas e com um faro de superior qualidade. Há cinco anos, desapareceu sem deixar rasto, tal como agora reapareceu sem se fazer anunciar. Myrna Carrillo, a dona, uma californiana de Delano, cidade onde tudo se passou, não entende como o cachorro que adoptou em casa da mãe se perdeu e a encontrou passados cinco anos. Neste tempo, refira--se, a norte-americana Myrna casou, teve dois filhos e mudou de casa quatro vezes... 



Há cães com muita sorte;
Gente, com sorte de cão.
Há aqueles com razão forte
Que nunca têm razão!
Deixo-vos aqui o mote,
Nesta simples conclusão
Mesmo sem perder o norte
Existe sempre um senão
Que até ao leito da morte
Às vezes é melhor ser-se cão!

2 comentários:

TINTINAINE disse...

Cão que conhece o dono...!
Só para contrariar o ditado que toda a gente gosta de citar.

Valdemar disse...

Este é o contrário dos tais amigos de Peniche que só nos conhecem para ver se nos tramam.
Pensava eu que o citado animal era o maior amigo do homem!!! Mas como mudaq quase tudo com estas modernices se calhar até também já perdemos este primeiro lugar.
há mulheres com uam sorte do caneco, tem sempre um cachorro a reconhecê-las.