quinta-feira, 7 de março de 2013

The Walking Dead



O impacto de The Walking Dead passa por daí: a comédia dos “mortos que caminham” transfigura-se na tragédia dos vivos que não sabem para onde caminhar. 

O título fez-me pensar
No raio desta comédia
Com mortos a deambular
Parece mesmo tragédia
Pois se os vivos
Não encontram o caminho
Desconhecendo os trilhos
Do seu pergaminho
Isto vem a propósito
Do salário mínimo
Que não enche depósito
Mas marcam os destinos
Destas notícias frescas
Que acusam os cretinos
De serem grandes bestas
Se um coelhopassos
Ao que parece, nada seguro
Outros parecem tansos
De senso pouco maduro
Ora digam lá, se estão de acordo:
Baixar os grandes salários
De todo aquele que é gordo
Que sugam os mamários
Ou seja: repartir, dividir
Dar a quem pouco tem
Para se poder convergir
Numa ética de moral e bem...
Porque, nisto de transfigurar
Ouso dizer uma burrice:
Como podem caminhar
Os vivos com tanta trafulhice.

2 comentários:

TINTINAINE disse...

Hoje pasmei a ouvir o António Borges insistir no tema da redução dos salários.
Não entendo que futuro quer ele para os portugueses se até um salário de 485€ lhe parece muito.

Observador disse...

Completamente de acordo Amigo Verde.
Um abraço
Virgilio