quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Nascituro!

É isso mesmo! Nasceu. Foi sempre minha convicção deixar nascer quem tem direito à vida. Este BLOGUE já tinha sido idealizado, pensado, gerado e, hoje, sem cesariana, portanto de nascimento natural, veio mostrar ao mundo que o seu criador não quis provocar o aborto.
Estiveram presentes no primeiro dia de vida, três amigos, que no serviço militar, na Marinha, criaram uma amizade firme e duradoira que nos prendeu e cativou para sempre, que aceitaram o meu convite para convivermos e discernirmos pontos relativos à nossa amizade, visitar alguns pontos de interesse, tirar umas fotos e deliciarmo-nos num humilde mas saboroso almoço. Como sabem o paleio não enche o papo e de estômago vazio nada tem graça, mesmo que sejam umas boas anedotas.
O Agostinho Teixeira Verde, na qualidade de anfitrião, o Carlos Manuel Silva e o Valdemar Marinheiro, foram os colaboradores e assistentes neste parto feliz que, ora criado, tentará (porque nem sempre a inspiração e a disponibilidade nos consente a disposição capaz) com os seus dados, alastrar a felicidade a todos os leitores, comentadores e críticos que, na caminhada da sua ilustre sabedoria, porão sempre na linha da vanguarda os seus juízos sinceros de opinião.
Gostaria que os vossos artigos, comentários, etc., pudessem respeitar moralmente a ética que, por vezes, descuidadamente, se mostra tão carecida de valores numa sociedade que pede justiça e deseja a paz, mas que em muitos casos fomenta a discórdia, por palavras ou actos…
Cabe-me pois, na minha simples humildade, expressar antecipadamente, os melhores e mais sinceros agradecimentos pelo mui digno respeito de perfeita hombridade que é o grande apanágio da esmerada educação que a todos imbuiu num autêntico dogma. Muito obrigado!

A.T.Verde

1 comentário:

TINTINAINE disse...

Ah valente!
Agora é que vai ser o bom e o bonito!